28 junho 2011

Encontro Explosivo

Mix de gêneros para agradar a todos, funciona...ou quase.

Certos nomes do cinema americano chamam a atenção apenas por ter seus nomes estampados em algum cartaz. Tom Cruise e Cameron Diaz são exemplos desse "fascínio" do público. Cruise ultimamente vem acertando a mão em filmes como Operação Valquíria. Diaz já não pode dizer o mesmo, tendo o último filme bacana que vi com ela ter sido O Amor Não Tira Férias. Mas como juntar duas estrelas em Hollywood sempre é sinônimo de bilheteria (não necessariamente qualidade), eis que temos esse mix de ação/romance/comédia.

O trocadilho bacana do título original infelizmente se perde na tradução da distribuidora nacional. Tudo bem, vamos vender algo mais "aceitável". O mais legal da fita é que ela não se aceita (!?). Explico: em Encontro Explosivo, temos todos os clichês típicos de filmes "boy meets the girl". Mas a cada cena, o roteiro muito bem amarrado, se permite uma autosabotagem ao focar na relação entre June Havens (Cameron Diaz) e Roy Miller (Tom Cruise). As cenas de ação, algumas muito bacanas, servem apenas como pano de fundo para o cenário romântico que se amarrada em meio a tiros, perseguições e gritos.

Ah é, a história, ia esquecendo: June está a caminho do casamento da irmã mais nova, reflexiva sobre o momento em que está vivendo e etc e tal. Do outro lado, Miller, agente da CIA, está sendo perseguido pela própria agência. Eles se encontram no embarque, e dentro do avião rola o clima e tal...eis que o filme muda do clima romântico pra ação em 5 segundos. E assim ele segue durante toda a sua duração. Parece que é de propósito a interrupção do clima por algumas balas tracejantes, uma explosão.

Esse jogo com a audiência vai sendo aumentado a cada cena e no ato final percebemos que, com qualquer outra dupla de atores, o filme se tornaria uma comédia involuntária do começo ao fim. Mas graças a atuação da dupla Cruise/Diaz, o filme ganha ao termos dois atores que realmente levam tudo muito a sério! Ethan Hunt encontra a Charlie Angel’s Natalie no último ato do filme. Tendo tudo para se tornar mais uma aventura forçada, Encontro Explosivo utiliza do charme de seus protagonistas para ir pelo caminho inverso das produções com a qual divide esse novo gênero.

No final das contas, percebendo que nem o filme se leva tão a sério quanto aparenta, a diversão é inevitável. E apesar de todo o clima de suspense e correria que cerca boa parte das cenas, no final das contas, é a história de amor que sobressai. Se essa era a intensão, parabéns ao diretor James Mangold (Os Indomáveis), que conduziu muito bem e vai e vem entre os gêneros que quase sempre resultam em pérolas de vergonha alheia.

Agora, a pergunta que fica é: será que foi mesmo de propósito? Pelo menos, não é um insulto ao bom gosto e diverte bastante.

Trailer:


Ficha Técnica:
Encontro Explosivo (Knight and Day) - EUA - 2010 - 109 min. - Ação / Comédia / Romance
Direção: James Mangold
Roteiro: Patrick O'Neill
Elenco: Tom Cruise, Cameron Diaz, Peter Sarsgaard, Marc Blucas, Jordi Mollà, Viola Davis, Paul Dano, Maggie Grace
Site Oficial: http://www.encontroexplosivo.com.br/
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: