17 junho 2012

Impossível sobreviver

Nada...
E por mais que se tente algo novo
O que é velho insiste em ficar.

Tudo...
O que era possível talvez já tenha sido feito.
Mas mesmo que haja algo, de nada adianta.

São os fantasmas do passado
Que insistem assombrar
O que ainda respira.

São as magoas e mentiras do presente
E as cicatrizes que custam a sarar.
Impossível algo sobreviver.

E as perguntas, dúvidas...
E as lembranças, coisas boas...
E a incerteza...falsa crença.
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: