13 agosto 2012

"..a gente morre, mas sobrevive.."

Trabalho...trampo...labuta...honra.
Foto: AP Photo-Elise Amendola
E depois de tantas lutas,tanta labuta,
Suor e lágrimas...e uma certa manha.
O nosso mundo cheio de ternos e gravatas.
A batalha do dia-a-dia, mais uma vez vencida.

De manhã cedo, o sol desperta,sempre tento ser mais esperto.
Busão lotado, trânsito do caralho.
E pra mais um dia no trabalho, chego esgotado.

E então o dia inteiro, são nove horas de trabalho intenso.
Entre mil lamentos, sobrevivo até a hora de encher o bucho.
O ambiente é sujo, diria até imundo...
Tanta gente que só sabe reclamar, o que faz então no mundo?

Meu Deus, o rumo que tomo é do precipicio?
O rango estragou todinho
Nessa mochila que mais parece
Um forno em movimento...

E na volta da tortura, tem mais "tortura".
Tem mais um pouco de "trabalho", honra.
Ganhar uma miséria, mais uma vida que se encerra
A gente morre, mas sobrevive...

...a mais uma luta, mais uma batalha.
Mas não venci a guerra, Meu Deus me dê mais força.
Pra aguentar de novo mais essa semana.
Hoje é segunda ainda...o fim de semana gastei na minha cama.

* escrito em 19/05/08
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: