02 janeiro 2013

Curiar

"Olha lá, olha lá..."

O garoto grita apontando para o céu da sua imaginação fértil e percebe que não está sozinho no seu universo. São os sonhos tomando forma em um ambiente onde a única preocupação é não se preocupar.

"Sejam bem-vindos meus amigos..."

A inocência desse ser terreno não difere muito daquela que se pode ver no ser extraterrestre. A diversão é a mesma, o sorriso é o mesmo e a vontade de ser feliz...você já sabe. E mesmo se não soubesse de nada disso, não acredite que não existe aquilo que você nunca viu. Talvez exista, só que você não viu.

"É como a fé..." - começa a explicar o amigo ET.

"Mas eu tenho fé e acredito em você..." - o menino sorri novamente.

E uma nova viagem começa...não é preciso muito pra entender as aventuras na imaginação de uma criança, certo?

.................

Desculpe, esqueci que a inocência a tempos morreu dentro de todos nós.
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: