20 julho 2014

Dia do Amigo 2014

Poderia escrever aqui...
...mil palavras sobre a grandeza e o significado da amizade.

Creio, em minha vã ignorância, que todas as palavras do mundo são em vão.

Talvez o poder da amizade seja melhor mensurado em palavras, em tempo, em atitudes, em verdade (e porque não, algumas mentiras). Definir um sentimento é o mesmo que querer parar o fluxo de um rio com a palma das mãos.

É uma força sem explicação...quer dizer, na verdade o o Aurélio define:
s.f. Afeição, estima, dedicação recíproca entre pessoas do mesmo sexo ou de sexo diferente: laços de amizade. / Amor. / Acordo: tratado de amizade. / Benevolência, favor, serviço: provas de amizade.

Afeição pelo outro, sem ser necessário nada em troca. Estima pelo sucesso do outro, sem interesse e apenas pelo bel prazer de saber que fez parte daquele sucesso. Dedicação, que assim como as Casas Bahia, é total, independente da reciproca, às vezes falha do outro lado. Amor sem segunda intenção (ou sim, às vezes, porque não?) que assim como essa palavra, não se explica (apenas o Aurélio define). Acordo onde o único contrato fechado (e mesmo assim sem papel timbrado) é a vontade. Benevolência, mesmo que seja o segundo plano reservado a quem o faz. Favor em ter sempre um sorriso e uma palavra de conforto na manga. Serviço, às vezes sujo, em limpar as cagadas, suportar as mancadas e organizar atitudes. Prova de fogo, prova de vida e sempre, prova que vale a pena participar!

E como a imagem abaixo, cada amizade, sempre será única.
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: