04 janeiro 2015

Garota Exemplar

Suspense "pop" de David Fincher...
...mostra que é sim possível se ter cinema de qualidade com enredos de "fácil" compreensão.

Baseado no livro homônimo da jornalista americana Gillian Flynn, a crítica ferrenha aos moldes do modelo ideal de casamento atual, traz um pensamento ao final da exibição: até onde é possível conhecer uma pessoa completamente?

A crítica que o livro já traz em seu enredo, reflete no roteiro, escrito pela própria Flynn, uma pegada irônica em cada trecho do filme, que apesar de longo, não cansa, tamanha a qualidade do roteiro guiado pela direção de Fincher.

No dia do 5º aniversário de seu casamento  Nick Dunne (Ben Aflleck) descobre que sua esposa, Amy Elliot-Dunne (uma surpreendente Rosamund Pike) sumiu. Após ligar para a polícia, a investigação é iniciada e a detetive Rhonda Boney (Kim Dickens), acompanhada de seu parceiro Jim Glipin (Patrick Fugit) vai montando junto com o espectador um quebra-cabeça que não leva muito tempo para ser completado.

E daí vem o maior trunfo do filme: a partir daí a história se constrói tanto no drama de Nick em tentar desvendar o mistério pelo sumiço da sua esposa, quanto pelos relatos de Amy em seu diário.

Fincher mostra um lado menos glamoroso dos EUA e a degradação da instituição matrimonial parece ser refletida nos enquadramentos do diretor. Além dessa decadência cultural e social, o abuso da mídia, que transforma qualquer história em um grande evento a ser acompanhado pela audiência até a exaustão, também é parte da ferramenta que o filme é em uma grande reflexão sobre algumas relação da atual sociedade.

Conhecido por filmes como Seven - Os Sete Crimes Capitais, A Rede Social e Clube da Luta, Garota Exemplar traz um Fincher mais liberto de suas próprias regras. Talvez por confiar no excelente material do livro e na atuação precisa de seu elenco, muito bem escalado. E o resultado é um filme que na mão de qualquer outro diretor poderia ser um verdadeiro martírio, o que acontece aqui.
Ben Affleck, após todo o frenesi por sua escalação como o novo Batman, surpreende e cria um personagem que representa bem o lado do homem que se coloca na posição de um marido submisso e não percebe a decadência de seu casamento. Rosamund Pike, domina o filme e dá um show. A construção de sua personagem, de uma garota cheia de sonhos registrados em seu diário a uma mulher manipuladora e calculista, com certeza é o maior destaque do filme.

O elenco de apoio também não deixa a peteca cair. Kim Dickens e Patrick Fugit fazem uma boa dupla de policiais. Carrie Coon, como a irmã de Nick, Margo Donner, é um bom suporte para a atuação de Affleck. Tyler Perry, como o advogado de Nick, também manda bem e protagoniza os melhores alívios cômicos. E um surpreendente Neil Patrick Harris, que após o final de How I Met Your Mother, muda totalmente o tom com uma atuação sinistra e totalmente distante do seu trabalho na série.

Garota Exemplar é um excelente trabalho de David Fincher. Além de ser um dos favoritos ao Oscar 2015, traz ao nome de Aflleck um reforço a essa nova fase em que bons trabalhos estão sendo uma constante e revelando o talento de Rosamund Pike, com uma atuação marcante e precisa.

Um excelente suspense que como todo bom filme, traz muitas outras questões além da que fiz no inicio desse texto.

Trailer:

Ficha Técnica:
Garota Exemplar (Gone Girl) - 2014 - 149 min. - EUA - Suspense
Direção: David Fincher
Roteiro: Gillian Flynn
Elenco: Ben Affleck, Rosamund Pike, Kim Dickens, Carrie Coon, Patrick Fugit, Neil Patrick Harris, Emily Ratajkowski, David Clennon, Lisa Banes, Tyler Perry, Missi Pyle, Casey Wilson
Site Oficial: https://www.facebook.com/FoxFilmDoBrasil
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: