20 abril 2015

O Que Basta...

Às vezes basta uma canção, às vezes basta uma lembrança.
Às vezes basta uma palavra, às vezes basta uma lágrima.
A saudade é algo que um dia passa, a dor cicatriza e vira amiga.

Às vezes bastam frases feitas, às vezes é melhor mentir pra si mesmo.

Às vezes basta uma conversa, às vezes basta esclarecer o que não se sente.
A verdade é algo que depende de vontade pra ser entendida.

Às vezes basta um olhar, às vezes basta um gesto para acreditar que é real.
Às vezes basta uma foto, às vezes basta a indiferença então.
O amor em uma chave em que o ON virou OFF.

Às vezes basta não sentir, Às vezes basta então fingir.
Às vezes basta desistir. Às vezes basta fugir.
A negação se tornando o primeiro passo para a solidão.
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: