09 junho 2015

Mad Max: Estrada da Fúria

Sim, foram duas semanas...
...duas semanas pra poder digerir toda a empolgação que Mad Max: Estrada da Fúria que eu senti ao sair do cinema.

Já adianto: é um dos melhores filmes de ação, se não o melhor, de todos os tempos! E não é exagero falar isso (ok, talvez um pouco...será?).

George Miller volta a esse mundo que criou em Mad Max, de 1979, onde depois da transformação de Max Rockatansky (Tom Hardy, sem o carisma de Mel Gibson, mas mandando bem) em Mad Max, vemos também que o mundo não sobreviveu a si mesmo.

O caos está instalado e a loucura é generalizada. As guerras por recursos naturais transformaram o mundo em um lugar inóspito e cheio de perigos. E antes que você se pergunte, sim, todos os moldes dos filmes que vemos dos anos 80 pra cá sobre mundo pós-apocalítico são por culpa da série Mad Max (mais precisamente, o segundo).

Após os traumas em sua vida, Max decidi seguir seu caminho solitário para que os vinculos com alguém pudesse lhe trazer mais sofrimento. Mas quando é capturado pelo grupo de garotos comandados por Immortan Joe (Hugh Keays-Byrne), Max se vê em meio a ação de Imperatriz Furiosa (Charlize Theron, maravilhosa) que resolve fugir do comando de Immortan Joe.
A simplicidade do roteiro de Miller para esse quarto episódio da sua franquia aparece somente quando o resumimos em palavras. A profundidade e a forte critica social no filme é algo que é tão latente quando a empolgação e grandeza das cenas de ação desse filme!

Vamos por partes.

Mad Max é um exemplo a ser seguido por gerações e gerações sobre como um filme de ação deve ser feito. Assistir a esse filme é como entrar em uma montanha-russa. Acho que não melhor relação a ser feita.

Mas o melhor do filme, na minha visão, está na PUTA crítica social que Miller faz em meio a loucura, que só é causada naquelas pessoas, por conta da falta de recursos naturais. Você com certeza vai se pergunta: será que eu também seria tão louco?
Redenção também é algo recorrente no filme. Furiosa busca redenção tentando salvar os "tesouros" de Immortan Joe e também na busca por seu lar. Max, busca redenção por todos os que perdeu em sua caminhada (sem spoilers, se você não viu os três primeiros) e pelos erros que cometeu. Até mesmo Nux (Nicholas Hoult, mandando muito bem também), busca em meio a nova visão que cria de mundo.

Certo e errado são questões pontuais também no filme. O poder ditatorial é mesmo algo correto em meio ao caos e a desolação de um mundo sem lei?

Claro que tudo isso está em meio as pacadas que cada cena representam. Já falei do feito montanha-russa né? Pois assim como qualquer volta nesse brinquedo irado, Mad Max vai te puxar de volta de uma maneira insana.
Sério, eu contei umas 4, no máximo 5 cenas onde temos a utilização de CGI. E o filme é tão honesto que mostra isso claramente! E também as pausas são poucas...já falei do lance da montanha-russa né? rs

Cada cena de ação foi feita de forma cuidadosa e única. George Miller tem experiência como paramédico (valeu pela informação Nerd Rabugento) e ele não ia colocar a vida de ninguém em risco a toa.

Não tem como não se empolgar com cada capotagem, explosão, tiro e porrada que o filme te entrega. São poucos os filmes que te empolgam tanto (desculpa Vingadores) e Mad Max: Estrada da Fúria, faz isso de maneira magistral!
Uma verdadeira "sinfonia" da destruição
É entretenimento puro com um pitada de pensamentos profundos, mas que talvez a areia do deserto e os barulhos de explosões façam com que você perca isso.

Resta agora torcer para que os estúdios deem mais valor a filmes feitos como o cinema pede: de forma verdadeira, com alma e coração.

BÔNUS
Não busca sentido, apenas pire no maluco tocando uma guitarra flamejante em pleno deserto, em alta velocidade.

TRAILER

FICHA TÉCNICA
Mad Max: Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road) - 2015 - 120 min. - Austrália/EUA - Ação/Aventura/Ficção Científica
Direção: George Miller
Roteiro: George Miller, Brendan McCarthy e Nico Lathouris
Elenco: Tom Hardy, Charlize Theron, Nicholas Hoult, Hugh Keays-Byrne, Rosie Huntington-Whiteley, Riley Keough, Zoë Kravitz, Abbey Lee, Courtney Eaton
Site Oficial: http://wwws.br.warnerbros.com/madmaxfuryroad/
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: