18 setembro 2015

Linkin Park - Papercut #20para29

Já que estou em contagem regressiva pra ficar mais velho...
...estou compartilhando com vocês algumas coisa bacanas que escrevi durante os últimos tempos, talvez fale de alguns filmes ou seriados (se não falar é pela correria da vida off-blog), mas com certeza algumas músicas tem que estar aqui.

Linkin Park, pra quem acompanha o Desventuras, é figura carimbada e uma das minhas bandas favoritas. E lá em meados de 2001, eles lançavam o Hybrid Theory, primeiro disco da banda.

A história não mente e todos sabem que grandes bandas tem em seus primeiros discos o epicentro de toda a sua história. Bom, um disco que começa com Papercut, deve e merece ter todo o respeito.

Infelizmente é uma das menos conhecidas da banda pelo grande público, já que na época, "In The End" e "Crawling" foram os carros-chefes do disco e que levaram a banda ao estrondoso sucesso que fizeram na época (e fazem até hoje).

É uma pancada certeira, com uma letra pesada, falando sobre as paranoias que criamos dentro de nossas cabeças (muitas vezes sem sentido) e que precisam de alguma forma sair de lá.

Boas lembranças de um tempo que não volta mais...mas que me fizeram chegar bem até aqui.

Então solta o som (no talo de preferência) e curta o som!

"It's like I'm paranoid lookin' over my back
It's like a whirlwind inside of my head
It's like I can't stop what I'm hearing within
It's like the face inside is right beneath my skin"

Letra completa aqui.

Site oficial: http://www.linkinpark.com/


Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: