01 dezembro 2015

Percepção

A hora de abrir o guarda-chuva
A hora de saciar a fome que incomoda
A hora de levantar, pois já passou da hora
A hora de ir embora, pois já acabou o show.

A hora de pagar a conta, atrasada uma semana.
A hora de lavar o rosto, renovar as energias.
A hora de comemorar vitória, por mais pequena que seja.
A hora de conversar, a hora de apontar.
A hora de silenciar, a hora de internizar.

A hora de perceber uma mudança necessária A hora de conter uma palavra que tudo estraga.
A hora de mudar, a hora de aceitar.
A hora de parabenizar, a hora de lamentar.

Assim como
Haverá uma hora para sonhar.
Haverá uma hora para acordar.
Haverá uma hora para planejar...não, espera...essa é a hora.

A hora em que não se faz mais planos.
A hora em que não se esforça sem motivo
A hora em que se tem paciência e espera...
...um dia, sem pressa, tudo se acerta.
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: