09 fevereiro 2016

Papo Com As Estrelas

Resolvi então fazer algo que há tempos não fazia...
...e fui ali fora, trocar uma ideia com as estrelas.

Sim, as estrelas...você nunca fez isso?
Pois vá agora lá fora, olhe pra cima...eu espero...
De volta? Bacana né?

O que? Não ouviu nada? Papo de doido? Não bebeu nada hoje?

Me desculpe caro(a) leitor(a), mas as conversas com as estrelas
Não precisam de intermédios ou canais de acesso.
Essas conversas são feitas com aquilo que alguns esquecem que existe.
Uma coisa que temos aqui dentro, chamada alma.

E quando a alma fala com as estrelas, podemos usar o coração como intermediário
E a conversa fica mais completa, mas dinâmica e mais sincera.

Sim, sincera...não sabe o que é conversar com você mesmo dessa forma?
Sinto lhe dizer então que está perdendo uma oportunidade única.

Ficamos muito presos a tetos, racionalidades e formalidades
Achando que a vida é nada mais do que as convenções sociais que te moldam.

Bom, a conversa com as estrelas foi da hora.
Elas me disseram simplesmente pra relaxar...e esperar.
O momento certo, a hora certa, a palavra certa.

E que tudo sempre fica bem no final.

A cerveja então (ahh sim, abri uma latinha pra essa conversa) acaba.
Pego minha chave, o cadeado, a caneca onde bebi a cerveja...
...e desço as escadas pra minha casa.

Acreditando mais em mim, acreditando ainda mais nas estrelas
Acreditando que o próximo episódio daquela série vai ser melhor
E acreditando mais ainda que não preciso daquelas respostas...

...elas já foram respondidas há tempos, posso seguir em frente agora!

Obrigado estrelas!
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: