14 junho 2016

Desventuras | Milésimos de Segundos

Em muitos momentos, os pensamentos correm aqui dentro como aqueles carros da Fórmula Indy...sem destino...sempre em círculos e de forma muito rápida.

Nunca fui em uma corrida dessas, mas a sensação que tenho, vendo essa corrida sem sentido aqui dentro, é a de que esses milésimos de segundos que trazem novos carros a essa corrida maluca, são tão importante quanto o cara que vende água na torcida.

Ele passa, te distrai, te tira do foco daquilo que talvez fosse uma busca de um parte racional ali buscando sentido naquilo. Tão confuso quanto essa introdução é tentar entender a hipocrisia que a nossa realidade tem de forma tão forte. Mas esse é outro pensamento perdido na corrida.

Estou evitando pensar de forma negativa. Acho que o que vai volta...a lei da vida de certa forma é isso e quem acredita no contrário, ou esta se iludindo ou tem a benção de possuir uma ignorância sem igual. Ignorância não no sentido da falta de educação, mas de falta de conhecimento. São coisas diferente e você sabe a diferença certo?

O que quero dizer com esse texto é justamente que, não há sentido em uma corrida...nenhum outro que não seja a vitória de um e o fracasso de outros. Essa é outra regra da vida.
Mas ter um fracasso não significa ser fracassado...pois isso s se torna real quando o derrotado aceita aquilo como sua vida...e não parte dela. Uma parte que pode ser revertida se os erros forem corrigidos.

Ah, os erros. Você teria o mesmo pensamento de hoje se não tivesse se fodido tanto? É uma condição primária da vida: cair e levantar quando se é criança é a prova disso. Mais um carro na corrida maluca.

Mas não ha sentido na corrida. O que importa na verdade é sentar e perceber que aqueles carros, a pista...o cara da água...a torcida e suas vidas imaginárias...tudo isso é parte de um todo que define quem você é.

Ganhar, perder, torcer, sofrer são alguns dos ingredientes que fazem parte de uma disputa. E a nossa maior disputa não é contra o mundo. O maior fracasso de uma vida é quando perdemos pra nós mesmos. Opa...a hipocrisia ajuda nisso. Mas isso é algo pra outro momento.

Pensamento positivo, motores ligados e vai começar tudo de novo. Na corrida de você contra você mesmo, é só lembrar que só quem perde e ganha é você.



Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: