28 junho 2011

Um mês...

Um mês passa muito rápido.
Mas foram tantas coisas boas,
que parece muito mais tempo.
A saudade é imensa,
mas a sensatez me pede para ter calma.
Afinal de contas,
as máscaras sempre caem com o passar do tempo.
E a cada dia que passa vejo que tenho que ser cada vez mais eu mesmo.
E fica ao lado daqueles,
que aqui sempre estiveram.
E ficarão.
Um mês passa muito rápido.
E o retorno de Saturno que vivo a beira do 25 me diz que realmente,
vivi algumas coisas antes do tempo.
Mas o tempo é sempre generoso.
E ao invés de ficar pelos cantos,
reclamando,
vou dançar conforme a dança.
Um mês passa muito rápido.
E só de pensar de que temos todo o tempo do mundo.
Até quando Deus quiser...
...muito rápido...mas não estou reclamando.
Afinal de contas,
o medo que aqui estava, já não existe mais.
A saudade sempre vai ficar, mas irei matá-la.
Os amigos, sempre irei importunar, e vice-versa.
E Saturno, continuará no seu lugar.
Ao contrário, do que possa parecer, não é um reclama
Isso é só uma forma de dizer, obrigado.
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: