21 abril 2017

Alter Ego | O Bloqueio

E quando o bloqueio é você mesmo?
Coloco os fones, novos, mas nenhum som eles reproduzem.
Prefiro o silêncio, o som ao longe da TV que me repete o mesmo filme.
Aquele filme que já sei o final, mas que nunca cheguei nele.

E quando o bloqueio está no peso das mãos?
Que entorpecidas de responsabilidades, não sabem mais se divertir.
Que sangram ao escrever algumas palavras que sejam de prazer.
Que  fazem com uma simples resenha se arraste por algo que enfim, tomei coragem pra dizer.

Quando um simples desabafo entre mãos e dedos e cabeça e pensamentos, se torna tão complexo, talvez o problema seja simplesmente pensar que não existe problema.

Porque, se a cerveja fez o efeito necessário, porque que a vontade não se faz tão embriagante quanto?

Insisto, persisto e me esforço.

São essas palavras que saem em meio a represa que segura esses vocábulos.

Mas o bloqueio é algo temporário e prova nessa porra, que quem manda, mesmo embriagado, são os pensamentos positivos, a vontade de expor o que penso e ahhhhhhhhhhhhhhhh...gritei silenciosamente para romper mais essa barreira...

...segue o jogo nessa merda!
Feed
Assine o Feed do Desventuras para acompanhar o blog no seu agregador favorito, ou receba gratuitamente todos os posts por e-mail

Deixe o seu comentário: